SUPOSTO TEXTO DO PADRE FÁBIO DE MELO SOBRE CRISTIANO ARAÚJO



Um texto supostamente assinado pelo Padre Fábio de Melo anda circulando a internet e vem ganhando as redes sociais: 

"A morte do Cristiano Araujo e a morte de qualquer pessoa em evidência sempre me faz pensar sobre a fragilidade da vida. Em como a vida é curta. Em que a vida não espera. Foi um acidente, mas podia ser um assalto, um tombo, um infarto... O cara era rico, famoso, jovem, talentoso tinha uma vida e uma carreira inteira pela frente, mas um acidente de carro tirou isso dele. De repente. Certamente antes de ir pro show antes do acidente, ele não sabia que seria o ultimo show dele, ele não sabia que horas depois iria falecer. Ele provavelmente tinha muitos planos, assim como nós. Sera que se ele soubesse ele teria feito diferente? Podia ser eu, podia ser você... A gente acorda sem saber se vai dormir de novo. Na vida nos prendemos muito a sentimentos que não trazem nada de bom... Orgulho, raiva, magoa, ressentimento... Sentimentos que só nos afasta de quem a gente ama e de quem nos ama de volta. Certamente ele tinha um amigo que estava brigado, certamente a namorada dele ( que Deus a tenha tbm) tinha algo pra falar que estava guardado, certamente ele tinha problemas não resolvidos e infelizmente vão continuar assim pq a vida não espera. Não podemos deixar nada pra depois. Não temos esse luxo de esperar. É sempre tao bom falar tudo que pensa, principalmente pra quem a gente ama. A gente nunca sabe se é a ultima vez que a gente vai ver alguém, se é a sua ultima chance de dizer o que sente... Então apenas digam, engulam o orgulho e todos sentimentos ruins que existe em vc. Libertem tudo isso, pq orgulho nunca levou ninguém a lugar nenhum, muito pelo contrário só nos afasta, é o pior causador de afastamentos, brigas términos... Se tiver algo pra falar pra alguém, fale. Não deixe nada pra semana que vem pq semana que vem pode não chegar.
Padre Fábio de Mello"


Apesar de toda movimentação, o sacerdote afirmou, através de seu twitter que não foi ele quem escreveu e que algum "fofo" atribuiu o seu nome ao texto.


"Alguém escreveu um texto sobre a morte do Cristiano Araújo e atribuiu a mim. Nem os erros de concordância fez a gentileza de corrigir."