COMO FAZER A ESCOLHA CERTA?

“Hoje invoco os céus e a terra como testemunhas contra vocês, de que coloquei diante de vocês a vida e a morte, a bênção e a maldição. Agora escolham a vida, para que vocês e os seus filhos vivam”. Dt 30.19

Escolhas e consequências... quem nunca se deparou com essa frase ou então quem nunca ouviu um sermão da avó falando sobre nossas ações e reações. O fato é que a ciência já demonstrou por intermédio do experimento cientifico que toda ação possui uma reação e assim funciona em todos os aspectos de nossa vida, inclusive no amor. A escolha certa na hora de se relacionar com uma pessoa é algo fundamental para sua vida. 
Defendo sempre que a maior escolha que podemos fazer na vida, em primeiro lugar, é de servir a Jesus. Nenhuma escolha, seja ela qual for, terá tanta importância na vida do ser humano. No mercado de trabalho você pode escolher errado um emprego, porém terá a oportunidade de recomeçar. Na faculdade caso você não se adapte ao curso poderá trancar e fazer novamente. Contudo, se você não escolher a Deus e partir para a eternidade, infelizmente não terá outra oportunidade. Leia Lucas 16 para entender melhor. 
Outra escolha importante que deverá ser feita pelos solteiros, que julgo secundária em escala de importância é a pessoa com quem passará o restante de sua vida. Imagine você que, na casa de seus pais, os quais você acha chatos, você está a 15, 20, 25 ou 30 anos (se passar disso é complicado, rsrs!) e vive dizendo que não aguenta mais. Porém, com quem você casar você passará mais tempo ainda, caso não vá pra Jesus antes do tempo (misericórdia irmão). Então pense que escolher a pessoa que ficará ao seu lado é fundamental para o sucesso de sua vida, ministério, mercado de trabalho e até mesmo em sua saúde, pois está mais do que provado cientificamente que o ambiente familiar, o clima no lar contribui diretamente para a saúde, bem estar e também para o sucesso no trabalho de todas as pessoas.

Deus leva tão a sério as escolhas que fizemos, que no livro de Gênesis encontramos a preocupação de Abraão na hora de escolher uma esposa para seu filho se relacionar. No capítulo 24, Moisés narra à história do servo de Abraão que vai até a terra dos parentes de seu Senhor para encontrar ali a mulher ideal para Isaque. Veja que Abraão fez seu servo jurar que não traria uma mulher dos cananeus, ou seja, fora de seus costumes, crenças e ideais. 
Nesse trecho bíblico podemos aprender com Abraão a importância de escolher a pessoa certa. Abraão não disse para seu servo achar a(o) primeira(o) “bonitinha(o)”, nem tampouco mandou achar um corpo atlético e sarado. Não pediu para olhar profissão, altura, cintura, cor dos olhos e tampouco salário. Abraão deixou bem claro que queria para seu filho alguém de sua parentela, para que assim sua fé e as promessas do Senhor pudessem se cumprir na vida de Isaque. 
Há alguns meses atrás eu li um livro fantástico, que recomendo a você. O livro foi escrito pelo Pr. Josué Gonçalves e pelo jovem Pr. Douglas Gonçalves, com o título “Quero Casar Certo”. Em uma das sessões do livro li uma frase do Pr. Douglas que quero aqui usar em minhas palavras: “ore para encontrar e não encontre para orar”. Que frase fantástica.  
Muitos jovens hoje preferem confiar em seu próprio poder de escolha, ao invés de primeiro buscar a direção de Deus. A verdade é que muitos primeiro “fisgam a caça” para depois saber se Deus aprova ou não. É engraçado que muitos primeiro começam o namoro e depois buscam o Pastor para orar e infelizmente esse método acaba privilegiando os desejos da carne, dos olhos, em detrimento da beleza subjetiva de cada pessoa.
 Muitos hoje, diferente de Abraão e Isaque, preferem valorizar as curvas do corpo, o corpo atlético, a cor dos olhos, cabelos, cor da pele. Se entregam primeiro as paixões da carne antes mesmo de orar e buscar a direção de Deus. Hei jovem, aprenda as lições de Gênesis 24: 
Primeiro: busque alguém dentro de sua parentela de fé. Não busque mulheres ou homens cananeus que não creem em Deus. Há jovens que pensam que depois de casar ele(a) mudará. Dizem: “Ah pastor. Ele prometeu pra mim que vai pra igreja”. Vai nada minha filha. Isso é história pra boi dormir. Trabalho há mais de 7 anos com liderança de jovens e adolescentes e já vi centenas de casos iguais ao seu. Tudo no começo é muito bonito. Ele até se batiza! Oh Glória! Que bonito né. Mas depois o negócio desanda. Isso ai é lobo vestido de ovelha. Em alguns meses depois de casado ele nunca mais coloca os pés na igreja e depois ainda vai ficar reclamando que você só tem tempo pra igreja. São pouquíssimos os casos que deram certo nesse tipo de relacionamento de julgo e fé desigual. Busque alguém de sua parentela de fé e não fora. Não arrisque o bem mais precioso que você tem, sua vida. 
Segundo: valorize não apenas o que você pode ver, mas sim aquilo que você pode sentir. O servo de Abraão fez uma prova com Deus antes mesmo de encontrar a mulher de Isaque. Infelizmente muitos fazem o contrário, fazem prova com Deus depois de encontrar. E pior que alguns ainda pressionam a Deus para abençoar aquilo que na verdade foi ele(a) que escolheu. Aprenda com Isaque. Valorize não apenas o corpo físico, mas sim também o caráter e integridade da pessoa que passará com você o restante de sua vida. Ai você vai perguntar: “como pastor que irei descobrir isso?” Sendo amigo filho(a). Qualquer namoro que preste é precedido por uma boa amizade, mesmo que você nunca tenha visto a pessoa. Um namoro afoito, em que no primeiro dia já rola de tudo, infelizmente está fadado com fracasso, ao pecado. Faça como o servo de Abraão, faça o teste com Deus antes mesmo de encontrar e quando encontrar, não apenas valorize aquilo que você vê, mas sim também aquilo que senti. 
Terceiro: Se você for à pessoa errada, não adianta procurar a pessoa certa. “Ai Jesus. Aqui o relho pega”. Isaque era o rapaz certo para Rebeca. Aqui digo por certo aquele que está na presença de Deus, se preparando para um relacionamento sério. Um moço debaixo da autoridade de seus pais. Abençoado por Deus e pronto para entrar na vida a dois. É jovem, não adianta reclamar não, pois se você é a pessoa errada, não tem como encontrar a pessoa certa. Por pessoa errada entendo aquele ou aquela que não está pronto para um relacionamento sério. Só quer curtir e festar, não se importando com os sentimentos alheios. Aquele(a) que está fora da presença de Deus, longe do Espírito Santo, movido apenas por paixões carnais e presente na igreja apenas para farisaísmo, rotina. (Nossa, peguei pesado). Sempre digo que cada bichinho tem seu par, então se você, errado do jeito que é, procurar alguém, certamente encontrará sua cara metade, igual a você. Igualzinho. Pode ter certeza. Então, quer meu conselho? Conserte-se você primeiro com Deus e depois vá há procura de alguém. Faça isso e veja a mudança que ocorrerá em suas escolhas.

Por fim, saiba que, se você estiver vivendo uma vida com Deus, Ele sempre subsidiará suas necessidades, inclusive emocionais. 
Porque tanta ansiedade quando falar em namoro? Relaxa um pouco. As vezes essa tensão de encontrar alguém a todo custo não te faz enxergar que a pessoa certa está ao seu lado. Não antecipe o seu sofrimento. Não tema o seu futuro. Deus está lá! “Pode crê” que sim! 

Via: Eu Escolhi Esperar