ORE PELO SEU FUTURO CONJUGUE MESMO QUE VOCÊ AINDA NÃO O CONHEÇA



O fato de não conhecer a pessoa com quem você irá se casar não o impede de estar abençoando-a e zelando por sua vida desde agora.


Em Provérbios, capítulo 31, versículo 12, fala-se da mulher virtuosa, que faz bem ao seu marido todos os dias da sua vida que inclui, também, o tempo de espera. Pode se estender aos rapazes, que, também, devem fazer o bem para suas esposas todos os dias das suas vidas, mediante cuidado com seus pensamentos e atitudes diárias.


Comece guardando o seu coração. Zele por ele, pois é como um diamante precioso, reservado para o seu dono(a). Cuide para não entregá-lo a qualquer paixão precipitada, pois como estará o “diamante” no dia em que seu verdadeiro dono aparecer?



Em segundo lugar, você deve começar já a orar pelo seu futuro cônjuge. Sabemos que tudo o que conquistamos, no mundo físico, deve ser conquistado, antes, no reino espiritual, e a estratégia, para isso, é a oração. Mesmo que você não esteja pensando em casar, por enquanto, não deixe de plantar sementes para o seu futuro casamento.


Às vezes, pensamos que só devemos orar pelo nosso futuro cônjuge quando houver a oportunidade de um romance, mas, em Hebreus, capítulo 11, versículo 1, está escrito que a fé é o firme fundamento das coisas que não vemos. Mesmo que você não veja, ore!


Quantas vezes oramos por coisas que precisamos conquistar, em outras áreas da nossa vida, e que também não vemos? Então, por que não investir no seu futuro casamento por meio da oração?


Deus não se sentirá pressionado a lhe enviar alguém porque você está orando, mas verá a intenção do seu coração e isso será “creditado na sua conta”. A intercessão é fundamental, pois seu casamento começa no momento em que você crê e busca conquistá-lo, primeiramente, no reino espiritual, através da sua semeadura durante o tempo de solteiro.


A sua intercessão, em favor do seu futuro cônjuge, deve ter como ponto de partida motivos como: tentações, temores, finanças, saúde, prioridades, trabalho, provações, emoções, livramento, relacionamentos, vida espiritual e ministerial, decisões, entre outros.


Você já parou para pensar que a sua oração pode livrar o seu futuro cônjuge de uma série de complicações como tentações, medo ou tristeza, por exemplo? Ou, então, pode até evitar que ele tome uma decisão errada?


Certa vez, li, num livro, o testemunho de uma pessoa que foi inspirada por Deus a orar por um avião que estava prestes a sofrer um acidente. Graças à sua intercessão, o avião não caiu e, anos depois, ela descobriu que, naquele avião, estava o homem que se tornou o seu esposo.




Você pode desenvolver uma vida amorosa com seu futuro esposo ou esposa, mesmo antes de conhecê-lo(a), por meio das atitudes que você tem em favor a ele ou ela.


Suas atitudes de amor vão desde intensidade da sua intercessão até a pureza da sua mente. Se o seu futuro cônjuge pudesse ver seus pensamentos, será que ele ou ela se agradaria? Se pudesse observar o seu relacionamento com pessoas do sexo oposto, será que poderia ver responsabilidade no seu modo de agir? Saiba que você pode estar sendo observado por alguém neste momento. Que tipo de impressão você tem transmitido? Será que há pureza e santidade em suas palavras e ações?