POR QUE DEUS NÃO PROTEGE AS PESSOAS BOAS CONTRA TRAGÉDIAS?


Visto que Deus é o Criador de todas as coisas e o Todo-Poderoso, muitas pessoas o consideram responsável por tudo o que acontece no mundo, incluindo o que é mau. Mas veja o que a Bíblia diz sobre o Deus verdadeiro:
  •  “Deus é justo em todos os seus caminhos.” — Salmo 145:17.
  •  “Todos os caminhos [de Deus] são justiça. Deus de fidelidade e sem injustiça; justo e reto é ele.” — Deuteronômio 32:4.
  •  “Deus é mui terno em afeição e é misericordioso.” — Tiago 5:11.
Deus não é responsável pelas coisas ruins que acontecem. Mas será que ele induz as pessoas a fazer o que é errado? Com certeza não. As Escrituras dizem: “Quando posto à prova, ninguém diga: ‘Estou sendo provado por Deus’”. Por quê? Porque “por coisas más, Deus não pode ser provado, nem prova ele a alguém”. (Tiago 1:13) Deus não prova, ou testa, uma pessoa por criar situações que a levem a fazer coisas más; ele também não faz com que coisas ruins aconteçam. Então, quem ou o que deve levar a culpa quando ocorrem coisas ruins?

NO LUGAR ERRADO NA HORA ERRADA

A Bíblia identifica um dos motivos do sofrimento humano: “O tempo e o imprevisto sobrevêm a todos.” (Eclesiastes 9:11) Se uma pessoa será afetada ou não por algo inesperado depende muito de onde ela estará no momento. Há quase 2 mil anos, Jesus Cristo falou sobre uma tragédia que tirou a vida de 18 pessoas quando uma torre caiu sobre elas. (Lucas 13:1-5) Essas pessoas não morreram por causa da forma como levavam sua vida; elas simplesmente estavam no lugar errado na hora errada. Outro exemplo foi o que aconteceu em janeiro de 2010, quando um terremoto devastou o Haiti. O governo haitiano informou que 300 mil pessoas morreram. Entre os mortos havia tanto pessoas boas como más. Ainda outro exemplo são as doenças, que podem afligir qualquer pessoa a qualquer hora.
Por que Deus não protege as pessoas boas contra tragédias?
Alguns talvez se perguntem: ‘Deus não poderia impedir que as tragédias acontecessem? Ele não poderia proteger as pessoas boas?’ Para fazer isso, Deus teria de saber com antecedência quando coisas ruins vão acontecer. Embora Deus tenha a capacidade de saber o futuro, será que ele sempre usa seu poder para prever coisas assim? — Isaías 42:9.

As Escrituras dizem: “Deus está nos céus, e pode fazer tudo o que lhe agrada.” (Salmo 115:3, Nova Versão Internacional) Jeová tem poder ilimitado, mas ele usa esse poder apenas quando julga necessário. Isso também se aplica ao que ele decide prever. Por exemplo, por causa da maldade que havia nas antigas cidades de Sodoma e Gomorra, Deus disse ao patriarca Abraão: ‘Estou resolvido a descer para ver se de fato agem segundo o clamor sobre isso, que tem chegado a mim, e se não for assim, ficarei sabendo disso.’ (Gênesis 18:20, 21) Por algum tempo, Jeová decidiu não saber até que ponto havia chegado a maldade naquelas cidades. Vemos assim que Jeová pode decidir não prever todas as coisas. (Gênesis 22:12) Isso de forma alguma indica imperfeição ou fraqueza da parte de Deus. Visto que é ‘perfeito em sua atuação’, ele harmoniza sua habilidade de prever o futuro com seu propósito, e nunca obriga os humanos a seguir um determinado caminho.* (Deuteronômio 32:4) Por isso, podemos concluir que Deus usa sua capacidade de prever o futuro de forma seletiva e criteriosa.

Via: http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/2014483