TEM GENTE QUE SUGA, TEM GENTE QUE SOMA

Encontramos muitas pessoas ao longo da vida, algumas permanecem, outras desistem, muitas passam despercebidas. Por mais que tentemos, é inevitável termos de conviver com quem não nos acrescenta, não nos traz ganhos, não nos encanta, seja no trabalho, seja numa roda de amigos. Por isso, temos que ponderar e discernir sempre, tentando gastar nossas energias com gente que vale a pena. Caso contrário, esgotaremos nossas forças e nossa paciência com quem não mereceria um mínimo de consideração de nossa parte.
Existem pessoas com as quais não nos sentimos bem, que nos desconfortam de alguma maneira, algo que não conseguimos explicar. São aquelas que carregam o ambiente, escurecem os humores e parecem levar consigo grande parcela de nossa felicidade. Deixam tudo mais frio, tornam a dinâmica das relações pesadas e impregnadas de mal-estar. Mesmo em silêncio, tal qual ave de rapina, sempre estão à espreita, para impedirem que os ânimos se elevem positivamente.


Às vezes nem se dão conta do quanto são inconvenientes e não queridas, agindo inconscientemente, pois já internalizaram de tal forma essa carga negativa, que são incapazes de perceber o quanto retiram da própria vida e das vidas alheias. Costumam fazer comentários jocosos, debochar de tudo e de todos, prever sempre o pior, qualquer que seja a situação, jamais reconhecendo o valor de nada nem de ninguém.
Infelizmente, a muitas dessas pessoas de nada adiantarão conselhos, reprimendas, ou mesmo enfrentamento de discussões; tudo será em vão. É preciso esquecê-las, ignorar o que fazem, o que falam, apenas tolerando sua presença, caso seja necessário. Isso é sabedoria: saber com quem vale a pena gastar energia, quem merece nosso melhor, nosso carinho e atenção. É preciso filtrar as convivências, de modo a tornar a vida menos pesada e mais prazerosa. Somente assim não adoeceremos e estaremos sempre prontos para os amanhãs.
Bom mesmo é desfrutar os momentos com aquelas pessoas ao nosso redor que fazem toda a diferença em nossas andanças, enriquecendo-nos positivamente e ajudando a vida a ser mais rica e gostosa de ser vivida. É preciso valorizar cada minuto ao lado de quem tem sempre uma palavra amiga, de quem conhece nosso melhor e nosso pior e mesmo assim está ali conosco, de quem nos ama verdadeiramente, sem ressalvas, sem cobranças, sem fingimento no olhar. É por elas que não desistiremos de lutar para alcançar os nossos sonhos, dia após dia.
Não poderemos evitar o encontro com pessoas desagradáveis e desnecessárias em nosso cotidiano, tampouco estaremos livres de nos enganar com elas, decepcionando-nos dolorosamente nesse caminho. Fazem parte do viver tanto as permanências quanto as rupturas com que se constrói nossa jornada, sendo que ambas são essenciais no fortalecimento de quem somos e na solidificação de nossas verdades. Não podemos é nos fechar à interação, por inteiro, com o outro, pois aqueles que ficarem conosco nos farão tão bem, que nenhum mal ao redor será capaz de abalar a felicidade em nosso viver e a certeza de que estamos bem acompanhados.

via: Sábias Palavras