CARTA PARA DEUS


Hoje senti o ar gelado invadir meus pulmões, um vento forte balançar minha estrutura e o medo tentar roubar as certezas que eu deposito em você. Olhei para o alto e pude te sentir por perto. Talvez o futuro seja mesmo meu maior medo e a incerteza o que mais me atormenta mas em você tudo isso se desfaz.
Um dia você me fez descobrir que a vida aqui na terra precisa de um sentido pra valer a pena. Mas como eu poderia ter coisas terrenas como caminho para minha vida se elas são tão passageiras e momentâneas? De que forma algo que tem um curto tempo de duração pode ser o sentido da minha vida inteira? Pra onde as coisas passageiras me levam além de ser algo passageiro também? Então eu achei em ti as palavras de vida eterna.
Essa sua proposta de “eterno” vai de encontro aos meus anseios por que você sabe que me agrada mais do que o “passageiro/momentâneo”. Aí descobri um sentido de vida que valeria a pena. Eu vivo aqui, sabendo que tudo é como correr atrás do vento.
Fiquei pensando como é fácil falar com você, como são corriqueiras nossas conversas e que para te sentir basta ter sensibilidade o bastante para abrir os olhos e o coração. É só não esquecer que você está ali pra se notar, e dar toda a atenção que você merece.
Nos últimos tempos tenho te visto de formas tão diferentes e inesperadas das que estava acostumado mas ai me dei conta de que Você sempre me surpreende e que contigo tudo tem sempre uma razão e um porque.
Eu desejo ver mais, sentir mais e ser atraído por esses borbulhos que você causa em mim porque toda a graça da vida está nesse mistério todo que você faz.
Fonte: Sábias Palavras