OI, LEMBRA DE MIM?


Oi, lembra de mim? Eu sou aquela garota que você dizia amar e que criava planos. Aquela que você jurava que era a garota da sua vida. Quem diria que de um dia para o outro eu deixaria de ser tudo isso. Você me deixou e eu, é claro, sofri muito. Chorei dias e dias. Eu ficava olhando nossas fotos e batia aquela tristeza, sabe? Todas as horas eram ruins, e eu já nem comia direito. Mas quando chegava a noite, as lembranças de nós dois dominavam os meus pensamentos. Junto com as nossas músicas, surgiam as lágrimas, e eu, que nunca pensei que iria ficar assim por alguém, sentia aquela dor insuportável. Você era tudo na minha vida. O motivo da minha felicidade e dos meus sorrisos, que apareciam fácil só com uma mensagem sua. Eu te amava com todas as minhas forças, mas lá no fundo, eu ainda me amava um pouco mais do que amava você, e com muito esforço, toda essa dor também acabou. Doeu ver a rapidez com que você colocou outra em meu lugar, e me machucou ver que você estava sendo feliz com outro alguém. Machucou demais, mas esgotou a minha dor e tudo isso acabou. Agora quando eu te vejo, meu coração já não bate mais rápido. Da mesma forma que eu fui capaz de te amar , eu fui capaz de te esquecer. Achei que seria impossível, mas o que dizem é verdade: nada é impossível. Eu te esqueci e estou tão melhor sem você! Ah! E não adianta nem me procurar, porque quando me encontrar, eu já estarei nos braços de outro alguém.

Natalia Alves