4 passos para Eliminar a Dependência Emocional


Eliminar a dependência emocional é possível, por isso é a própria pessoa quem deve tomar a decisão de mudar para uma melhor qualidade de vida. Pessoas que sofrem de apego excessivo, não desfrutam de relacionamentos, se envolver em excesso satisfatória é perder sua individualidade.
Há uma boa porcentagem de mulheres com este problema, mas há homens que sofrem como qualquer mulher, com a desvantagem de que muitas vezes lhes dá mais vergonha de ir a uma consulta psicológica. Eles sentem que a sua masculinidade está em questão, quando na verdade nada disso tem a ver, baixa auto-estima pode levar a este problema, independentemente do sexo da pessoa.
1. Reconhecer que HÁ UM PROBLEMA
 
Não é apenas a dependência de relacionamentos, também pode ser dado a amigos, colegas, familiares e pessoas ao redor. Aqui está uma lista de situações para o qual você deve avaliar se você sofre deste problema. Uma pessoa com o vício insalubre é caracterizado por:
– Sua felicidade está focada em uma pessoa, não gozam de qualquer outra coisa do que estar com alguém que você ama ou aprecia.
– Sua felicidade depende de como você trata os outros e o que eles pensam de você. Se você se sentir aceito tudo ótimo, você fica doente ou tem uma má opinião de você, a felicidade desaparece. Você confia demais nos outros.
– Você evita a todo custo conflitos, para evitar confrontos, onde invade o seu medo de ser perturbada ou ser rejeitada.
– Preceder o desejo dos outros, de possuir, você se sente como se você não tinha capacidade de tomar decisões, gerenciar sua vida.
– Você se sente bem por si mesmo, apenas se sentir amada: Qualquer um gostaria de ter alguém especial em sua vida, o que diferencia um não-dependente, é que, quando eles estão sozinhas podem ter momentos de melancolia, mas isso não os impede de continuar a desfrutar de outros aspectos de sua vida.
Em vez disso, a pessoa dependente não pode ficar sozinha, deprimido, declínios de auto-estima e é incapaz de aproveitar a vida.
– O sentimento de culpa é muitas vezes você, sentir que você é responsável pela felicidade dos outros, se o seu parceiro, família, amigos, etc. Você sente a obrigação de agradar aos outros e se você não se sinta culpado.
– Você invadiu o medo muitas vezes o medo de perder essa pessoa ou pessoas a quem você ama ou aprecia. Esse medo pára você como você deve desfrutar de relacionamentos.
– Você cai facilmente em chantagem emocional, não suporta a sua culpa de que alguém te machucou, você sacrifica sua felicidade para dar aos outros.
– Você prefere sofrer, ao invés de deixar a pessoa a quem você está viciada, você tem a força para cortar um contato porque você sente que você não tem a capacidade de passar sem que a pessoa que você deseja.
– Precisa de outro: A vida perde todo o significado, você precisa mostrar que ele se importa, assim também a maneira que você se importa. Se você não acha que você quer e não ficar com raiva. As demandas vêm vivo.
– Quer assumir o controle de toda a sua vida: com certeza você não vai perdê-lo. Você se torna uma espécie de espião para seguir até mesmo as conversas que você tem com os outros. Você você para de viver a sua vida para seguir o outro, para se certificar de que não há indicações de que deixam de estar interessado. Se você ver que há um risco que você pode sair, você deixa de ser você mesma e fazer coisas que você não gosta só para satisfazê-lo.
– Essa pessoa é, assim, no centro de sua vida: Seus amigos e outros menos importantes para você. Há uma tendência ao isolamento social, você só quer estar com essa pessoa, e quanto mais tempo a cada dia melhor.
– O relacionamento cria ansiedade: Porque nunca está feliz novamente, e acima de tudo nos deixe o medo, e que seria uma catástrofe, porque não podemos imaginar a vida sem essa pessoa.

2. lista de coisas que você tem feito por prejudicar e amorosa ou cuidar

Uma vez que reconheceram que você tem um problema e tem a convicção de que você quer apagar a dependência emocional de sua vida, você deve fazer uma lista de coisas que você tem que fazer por alguém, que prejudicou a si mesmo.
Você deve estar ciente de que uma pessoa dependente não olha para o seu interior, prefere agradar a outra pessoa para não perdê-lo. Se você quer mudar, a primeira coisa a fazer é pensar em você em primeiro lugar, o seu bem-estar é mais importante em sua vida.
3. Reforçar a sua auto-estima
 4. APRENDER A SER SOZINHA
A vida é mais bonita com amor, mas isso vem de forma saudável quando você se sentir bem consigo mesmo. Não podemos ter um relacionamento saudável, se antes não desenvolvemos como pessoas.
Quando se ama a si mesmo e não precisa de outros, é quando você está pronto para amar de uma forma saudável. Nós todos gostamos de ter um casal perfeito, as pessoas que irá, etc …
Mas uma coisa é “necessidade” e outra para “desejo”. Quando você não precisa trabalhar, porque se você não amar a si mesmo, nem pode amar os outros de uma forma madura e saudável. É preciso que você precisa aprender a aproveitar a vida sem um parceiro.
Há uma abundância de coisas para fazer.Desenvolva suas habilidades, estilo o seu futuro, passar tempo com seus hobbies, fazer amizade com pessoas boas, viagem, olhar ao redor para apreciar as pequenas coisas e, sobretudo, cuidar e amar a si mesmo como você merece.
Traduzido por Mulheres Que Superam
Fonte: La Mente Es Maravilhosa