Cara, tu perdeu uma grande mulher.


 

Ela notou - no fundo - que você não tava nem aí para sentimentos e vontade de seguir sua vida à dois. Notou a sua ausência e falta de interesse nesses últimos dias. Viu que você tava forçando algo e só a procurara quando precisaste. Foi aí que ela parou de implorar e cobrar por algo que não estava valendo à pena. Notou toda a sua indiferença de uns dias pra cá. Ela é esperta, observadora e calculista. Ela sabe onde ela tá pisando. Ela sabe exatamente quando alguém tá a fim e quando não tá. Sabe a hora certa de sair de uma relação e sabe também a hora de entrar. 

As vezes é teimosa e acaba fazendo algumas coisas erradas por impulso da sua própria vontade. Mas quem é que nunca errou? As vezes ela acaba esperando demais de pessoas de menos. As vezes ela quer abraçar tudo de uma vez e acaba esquecendo que só tem dois braços. As vezes ela quer correr o mais rápido possível ao lado de uma pessoa que não move um passo. As vezes ela quer encher de bom dia pra alguém que vive lhe dando tchau. As vezes acaba errando, mas no fundo, é querendo acertar. 

As vezes ela é burra, cara. Cabeça gorda. Vive prometendo que não vai cometer tal erro mas acaba errando outra vez. Vive me falando de que vai se livrar daquilo que lhe atrasa mas não tem tanta coragem. Vive indo atrás, porque pra ela, um amor na vida é importante. Digo; o seu amor pra ela é fundamental. Mas você não tá nem aí pra ela, cara. Ela vive lutando mesmo sabendo que tá fazendo errado só por questão de seu amor e do seu colo para se deitar. Só que hoje ela sabe que não depende só da parte dela. E que não adianta ela forçar algo se você não tá tão a fim. 

Hoje, ela tá acordando pra vida e sabendo realmente controlar suas emoções e aprendendo a lidar com o próprio coração. Hoje ela tá mais madura, obediente e decidida. Hoje ela não precisa mais das suas desculpas e nem das suas mentiras. Hoje ela só precisa dela e do seu próprio amor. Hoje, por presenciar suas atitudes de moleque durante esse tempo todo, ela tá aprendendo a viver sem você. E oh, cara, ela tá bem, viu. Bem melhor que antes. Bem bonita, bem equilibrada e bem esperta. E cara, cá entre nós, ela é tudo aquilo que um homem precisa, e que hoje você PERDEU.

Fernando Oliveira in ―