O que é cumplicidade? - Por Padre Fábio de Melo

 

 

A cumplicidade não carece de razão. Ela ultrapassa o que sabemos dizer. Estabelece-se com o passar dos dias, outorgando aos olhos o direito de argumentar por nós. 
É por meio dela que nos descobrimos pertencentes, como se um visgo nos ancorasse no eterno porto da amizade. 
É fruto do amor. É descendente da ternura. É traço indelével que acomodamos na alma.
A cumplicidade nos enriquece em silêncio. Nenhum alarde é feito quando inicia o seu percurso nas veias de quem a constrói. Mas um dia se manifesta. Olhamos um para um outro e descobrimos. Somos fiéis.