QUEM TIVER DE VIR, NÃO VAI QUERER PARTIR



Mais uma vez ela acreditou que poderia dar certo, se doou e não mediu esforços para conquistá-lo, ela atravessava a cidade para o encontrar, ver o seu sorriso, ter o seu abraço, era os seus momentos favoritos. Mandava mensagens de bom dia, fazia surpresas, ela sempre foi muito intensa. Sem se importar com o que os outros iriam pensar, ela deu o seu melhor. Ela o amou. Amou com a alma. Mas infelizmente todo esse amor foi em vão, ele a desprezou, não valorizou seu sentimento, tudo que ele fazia era agir com frieza. Foi difícil pra ela acreditar, que aquele dia chuvoso pra o encontrar, todas aquelas surpresas, era pro cara errado. No amor não há incertezas. O coração sabe a hora certa de partir, então ela decidiu seguir em frente, percebeu que tinha que se amar primeiro, que ela tem um valor e que a pessoa certa vem para despertar o melhor que há dentro dela. Ela finalmente aprendeu que, amor próprio é um amor pra vida toda. Carrega consigo uma grande lição... se não for amor, melhor deixar ir, quem tiver de vir, não vai querer partir.

Obs: não achamos o autor do texto