Padre Fábio de Melo chora ao falar de amiga travesti: "Não era capaz de amá-la"


O padre Fábio de Melo ficou bastante emocionado ao falar sobre sua relação com a travesti Luana Muniz, conhecida por fazer trabalho comunitário no bairro da Lapa, no Rio de Janeiro. Durante participação no programa "Eliana", do SBT, exibido na tarde de domingo (27), o religioso relembrou-se do dia em que conheceu Luana no aniversário da cantora Alcione.

Melo contou que tudo começou no final de 2015, quando ela pediu para tirar uma foto ao seu lado. A imagem viralizou nas redes sociais e não agradou a comunidade católica. O próprio padre admitiu ter ficado "desconfortável" com a situação. "Não foi natural, eu não quis estar perto dela", afirmou no palco do programa. "Eu percebi que não era capaz de amá-la. Eu me senti um fracassado", desabafou. 


Arrependido por seu pré-julgamento, o padre disse que repensou o preconceito depois que descobriu que Luana ajudava pessoas carentes no Rio. "A coisa que eu acho mais odiosa é quando eu vejo as pessoas usarem a religião para serem melhores que os outros", disse. "Nunca tenho o direito de me sentir melhor do que ninguém. Não tenho o direito de me sentir melhor pelo outro ter uma educação diferente da minha ou uma escolha sexual diferente da minha".




Fonte: Ig