Se você se acha feia, ou conhece alguém que se acha feia, essa história irá mudar seu conceito.

  • O dia 25 de julho de 2012 começou com uma inocente ida a um grande supermercado para comprar um famoso sorvete que minha esposa cobiçava como uma criança. Enquanto estávamos apreciando a sobremesa, ouvi alguns adolescentes que falavam sobre o "beijo YOLO." (YOLO é um acrônimo em inglês para You Only Live Once - "você só vive uma vez"). Para aqueles que são mais sem noção do que eu, isso significa ir até um estranho qualquer e beijá-lo. Um dos adolescentes estava falando de outra menina que aparentemente gostava de participar da referida atividade.
  • Após o "beijo YOLO" ser mencionado, uma das meninas disse a coisa mais chocante que eu já ouvi um ser humano dizer em voz alta. Não se preocupe, é censura livre, mas o que ela disse me cortou o coração com tanta força que eu estou até agora às 00h46min da madrugada escrevendo um post sobre o assunto. Ela disse a um dos meninos "Eu adoraria fazer isso também (beijo YOLO), mas sou terrivelmente não atraente." (Risadinha, risadinha)
  • Dizer o quê?

    Minha primeira reação foi "como pode alguém dizer algo sobre si mesmo dessa forma?", e então eu percebi que eu tinha que ter um vislumbre dessa menina. Até esse ponto, eu não a tinha visto ainda, então eu me posicionei em um lugar (perto das gelatinas), onde eu pudesse vê-la, e ela era uma menina de boa aparência. Eu queria ir até ela e dizer-lhe para não falar sobre si mesma daquela maneira e deixá-la saber que ela era um ser humano perfeitamente bonito, mas eu não tinha certeza que tipo de reação eu receberia.
    Seu comentário me fez mal ao estômago. Eu só não entendo como alguém poderia dizer isso sobre si mesmo, muito menos deixar escapar isso para seus amigos, na seção de delicatessen do supermercado. Eu sei que alguns podem sentir que são horríveis quando olham no espelho pela manhã, mas isso era diferente e francamente desnecessário. Qual seria sua vida em casa? Será que ela teve um pai para lhe dizer que ela era bonita? Essas questões estavam correndo pela minha mente enquanto eu imaginava minhas próprias filhas e o que elas vão pensar de si à medida que crescem.
    Já que eu não aproveitei a oportunidade para dizer alguma coisa a essa garota, eu vou dizê-lo aqui e espero que com a magia da internet isso vá encontrá-la e influenciar a outros ao longo do caminho. Para que isso aconteça eu preciso de sua ajuda. Depois de ler isto, por favor, compartilhe-o no Facebook e convide outras pessoas a lê-lo. Talvez a menina de Macey vai acabar lendo um dia.
  • Aqui vai: Eu estou falando cara a cara com você menina da loja

    Primeiro, deixe-me dizer que você é perfeitamente capaz de ser visto como bela por qualquer um que tomar um tempo para conhecê-la. Eu vi sua beleza e só olhei para você por três segundos. Você não é apenas capaz de ser visto como bonita - você é digna disso. Mas poucos vão ver a sua verdadeira beleza até que você possa vê-la por si mesma.
    Esta breve história vai ajudar-lhe a entender a última frase. Quando cursei a faculdade eu costumava visitar um complexo de apartamentos, onde moravam todas as garotas da Universidade. Era um local maravilhoso de se ver. Trinta apartamentos, quatro meninas para cada apartamento, cento e vinte mulheres no total. Vamos apenas dizer que era meu lugar favorito para visitar!
    Neste complexo, havia todos os tipos de mulheres - uma supermodelo que era realmente uma top model, havia líderes de torcida, havia "atletas", havia muitas mulheres e muito bonitas. Havia também algumas mulheres de aparência comum. Eu conheci todas as 120. De algumas eu só quis amizade, com um grande número andei de mãos dadas, com muitas eu fiquei abraçado no sofá, e teve uma que eu beijei. Com uma garota em particular eu fiz uma boa amizade. Ela tinha três colegas de quarto que eram realmente muito bonitas, embora ela não fosse tão abençoada com os genes da beleza quanto suas colegas de quarto.
    Quando comecei a sair mais e mais com essas meninas aquela que foi, talvez, a menos dotada de beleza física (vamos nos referir a ela como Jill) se tornava cada vez mais atraente para mim. Na verdade, quando eu estava perto dela, eu queria estar ainda mais perto e fiquei espantado com a forma como ela foi literalmente se transformando diante dos meus olhos. Ela estava mais bonita a cada vez que eu a via. Foi algo muito legal essa experiência. Minha mente tinha uma memória distante de ela não ser a pessoa mais bonita, mas meu coração estava assumindo o comando.
    Então, alguma coisa mudou - quase como o apertar de um botão.
    Estávamos reunidos com algumas pessoas em seu apartamento uma noite e por algum motivo a conversa foi de tal ordem que a levou a dizer em tom de brincadeira: "Eu sou feia." Eu acho que eu tive a mesma reação com você (lembrem-se que eu estou falando diretamente para a menina da loja) que eu tive com Jill. Eu estava atordoado. Olhei para Jill e pensei comigo mesmo: "Eu pensei que você era bonita, mas eu acho que eu deveria acreditar em você". Quando ela disse: "Eu sou feia", decidi acreditar em suas palavras mais do que em meus olhos e coração. Depois de alguns dias eu esqueci o incidente e comecei a vê-la bonita novamente quando, vejam só, ela fez outro comentário autodegradante. Comecei a ver uma tendência - Jill constantemente colocava-se para baixo.
    Para encurtar essa longa história, eu parei de curtir a Jill, principalmente porque a maneira que eu a via era diferente da forma como ela se via. Eu via tudo de bom, de ótimo, de bonita, mas ela continuou afastando isso. Então, menina da sorveteria da loja, não se coloque para baixo. A autodegradação é muito desinteressante. Uma das coisas lindas que Deus fez por nós, é permitir que as pessoas vejam umas às outras como atraentes. Você já viu um casal e pensou: "Cara, como alguém poderia se sentir atraído por ele/ela?" Se você não pensou é porque você é melhor do que eu. O que importa é - eu realmente acredito que eles se sentem atraídos um pelo outro. Não importa o que você pense sobre sua aparência, quando alguém a conhece, sua beleza cresce e cresce.
    Há um final feliz para a história. "Jill" acabou se casando com um ótimo cara e sendo muito feliz, e sei que têm três filhos lindos. As coisas funcionaram bem para nós dois porque eu acabei me casando com a única garota do complexo de apartamentos que eu beijei (que passou a morar com a top model) e eu sei que estava sendo literalmente guiado pela mão de Deus ao me casar com ela. Depois de tudo isso, eu estaria mentindo para você se eu dissesse que nunca pensei sobre Jill e eu. O que teria acontecido se ela tivesse mais autoconfiança?
    Se você tem algo em comum com a "Jill", faça uma promessa a si mesma hoje, que você vai mudar para melhor. Comece a ver-se como bela e o mundo vai seguir o exemplo!