15 FAMOSOS QUE DEIXARAM HERANÇAS ASSUSTADORAS


Quando um famoso morre, muita gente fica de olho na herança que ele deixou – e, claro, nas brigas que os familiares protagonizam por ela. Relembre as heranças milionárias deixadas pelos artistas.


1 / 15



Marília Pêra morreu em dezembro de 2015 e deixou sua fortuna avaliada em R$ 40 milhões dividida em família: os três filhos, Ricardo, Nina e Esperança, ficam com 25% cada, e os outros 25% restantes foram divididos entre o marido, Bruno e a irmã, Sandra. (Caiuá Franco/Globo)

15 FAMOSOS QUE DEIXARAM HERANÇAS ASSUSTADORAS

Com a herança deles você conseguiria viver perfeitamente bem, confira!



Publicidade


Quando um famoso morre, muita gente fica de olho na herança que ele deixou – e, claro, nas brigas que os familiares protagonizam por ela. Relembre as heranças milionárias deixadas pelos artistas.


1 / 15


Marília Pêra morreu em dezembro de 2015 e deixou sua fortuna avaliada em R$ 40 milhões dividida em família: os três filhos, Ricardo, Nina e Esperança, ficam com 25% cada, e os outros 25% restantes foram divididos entre o marido, Bruno e a irmã, Sandra. (Caiuá Franco/Globo)


2 / 15


Marcos Paulo gerou uma disputa entre Antônia Fontenelle, sua última mulher, e a ex, Flávia Alessandra, após sua morte, em novembro de 2012. Embora o diretor tenha escrito uma carta desejando que Antônia ficasse com 60% de seus bens, ela precisou recorrer à Justiça para fazer parte do inventário. (João Miguel Jr./Globo)


3 / 15


Hebe Camargo morreu aos 83 anos em setembro de 2012 e sua herança de R$ 60 milhões foi dividida entre o filho, Marcello Camargo, e o sobrinho, Claudio Pessutti. Os bens incluíam a mansão em que a apresentadora morava no Morumbi, em São Paulo, e carros de luxo – sem falar nas joias caríssimas que Hebe ostentava. (Agnews)
4 / 15


Clodovil morreu em 2009 e seu testamento determinava que sua herança seria usada para uma fundação que abrigaria a Casa Clô, para ajudar meninas carentes. Mas um ex-colaborador do estilista entrou na Justiça alegando que eles tiveram uma união estável, exigindo parte dos valores. Em 2012, os móveis de sua mansão foram vendidos por determinação judicial para pagar dívidas e processos. Em 2015, restavam “apenas” R$ 3,7 milhões de seu patrimônio. (Divulgação)


5 / 15


Os três filhos do astro, Michael Jackson, vão poder mexer em suas fortunas apenas quando completarem 40 anos, segundo o testamento. Cada um deles teria hoje o equivalente a R$ 420 milhões. O valor é maior, mas com os impostos é “só” o que eles conseguiriam retirar.(Reprodução)
6 / 15


Amy Winehouse não teve tempo de deixar um testamento pronto antes de morrer aos 27 anos, em 2011, mas sua fortuna foi dividida entre os familiares. Quem não gostou nada disso foi seu ex, Blake Fielder-Civil, que não ficou com nada. (Felipe Panfili e Roberto Filho / AgNews)


7 / 15


Robin Williams morreu em agosto de 2014 e, após um ano brigando na Justiça, a viúva e os filhos chegaram a um acordo sobre os bens deixados pelo ator, estimados em US$ 100 milhões. (Divulgação)

15 FAMOSOS QUE DEIXARAM HERANÇAS ASSUSTADORAS

Com a herança deles você conseguiria viver perfeitamente bem, confira!



Publicidade


Quando um famoso morre, muita gente fica de olho na herança que ele deixou – e, claro, nas brigas que os familiares protagonizam por ela. Relembre as heranças milionárias deixadas pelos artistas.


1 / 15


Marília Pêra morreu em dezembro de 2015 e deixou sua fortuna avaliada em R$ 40 milhões dividida em família: os três filhos, Ricardo, Nina e Esperança, ficam com 25% cada, e os outros 25% restantes foram divididos entre o marido, Bruno e a irmã, Sandra. (Caiuá Franco/Globo)


Publicidade


2 / 15


Marcos Paulo gerou uma disputa entre Antônia Fontenelle, sua última mulher, e a ex, Flávia Alessandra, após sua morte, em novembro de 2012. Embora o diretor tenha escrito uma carta desejando que Antônia ficasse com 60% de seus bens, ela precisou recorrer à Justiça para fazer parte do inventário. (João Miguel Jr./Globo)


3 / 15


Hebe Camargo morreu aos 83 anos em setembro de 2012 e sua herança de R$ 60 milhões foi dividida entre o filho, Marcello Camargo, e o sobrinho, Claudio Pessutti. Os bens incluíam a mansão em que a apresentadora morava no Morumbi, em São Paulo, e carros de luxo – sem falar nas joias caríssimas que Hebe ostentava. (Agnews)


Publicidade


4 / 15


Clodovil morreu em 2009 e seu testamento determinava que sua herança seria usada para uma fundação que abrigaria a Casa Clô, para ajudar meninas carentes. Mas um ex-colaborador do estilista entrou na Justiça alegando que eles tiveram uma união estável, exigindo parte dos valores. Em 2012, os móveis de sua mansão foram vendidos por determinação judicial para pagar dívidas e processos. Em 2015, restavam “apenas” R$ 3,7 milhões de seu patrimônio. (Divulgação)


5 / 15


Os três filhos do astro, Michael Jackson, vão poder mexer em suas fortunas apenas quando completarem 40 anos, segundo o testamento. Cada um deles teria hoje o equivalente a R$ 420 milhões. O valor é maior, mas com os impostos é “só” o que eles conseguiriam retirar.(Reprodução)


Publicidade


6 / 15


Amy Winehouse não teve tempo de deixar um testamento pronto antes de morrer aos 27 anos, em 2011, mas sua fortuna foi dividida entre os familiares. Quem não gostou nada disso foi seu ex, Blake Fielder-Civil, que não ficou com nada. (Felipe Panfili e Roberto Filho / AgNews)


7 / 15


Robin Williams morreu em agosto de 2014 e, após um ano brigando na Justiça, a viúva e os filhos chegaram a um acordo sobre os bens deixados pelo ator, estimados em US$ 100 milhões. (Divulgação)

8 / 15


O sertanejo Cristiano Araújo morreu em um acidente de carro em junho do ano passado e não deixou testamento. Os valores da fortuna não foram revelados, mas especula-se algo por volta de R$ 156 milhões. O inventário está em andamento. (Reinaldo Marques/Globo)


9 / 15


Roberto Bolaños, intérprete de Chaves, morreu em 2014 e sua fortuna de US$ 15 milhões (segundo a imprensa mexicana) é disputada entre a mulher, Florinda Meza, e os seis filhos: Roberto, Marcela, Cecília, Teresa, Paulina e Graciela. (Divulgação)
10 / 15


Jimi Hendrix morreu em 1970 aos 27 anos e a batalha pelo que deixou durou mais de 20 anos. Al Hendrix, pai do cantor, ficou com seus US$ 80 milhões, dinheiro que após a morte dele, em 2002, passou para Janie, sua irmã adotiva. (Divulgação)


11 / 15


O músico James Brown morreu em dezembro de 2006, mas seu testamento, que não era atualizado desde 2000, deixava de fora Tomi Rae Hynie, sua última companheira, e o filho James II. Ele pedia que a maior parte de sua herança fosse destinada à caridade. Outros nove filhos e três ex-mulheres queriam dividir seus US$ 100 milhões. A solução foi destinar 50% para a caridade, 25% para Tomi, e 25% para os filhos. (Divulgação)
12 / 15


Marlon Brando morreu em 2004, deixando sua fortuna de US$ 21,6 milhões para os 11 filhos reconhecidos ao longo de seus 80 anos. Uma filha adotada e um de seus netos ficaram de fora, mas não questionaram. Quem entrou na justiça foi uma assistente pessoal, que abocanhou parte dos bens (Divulgação)


13 / 15


Dennis Hopper não teve tempo de se separar de Victoria Duffy - o ator morreu de câncer em 2010. Ela pediu 25% do dinheiro do que o ator conquistou durante a vida, conforme seu acordo pré-nupcial. Mas quem ficou com os 2,3 milhões de euros foi a filha deles, Galen, hoje com 13 anos. (Divulgação)
14 / 15


O cantor Sonny Bono, ex-marido de Cher, é outro que não deixou testamento e causou disputas após sua morte em um acidente de esqui, em 1998. Um rapaz alegou ser seu filho não reconhecido, mas acabou desistindo do processo. Cher também foi à Justiça dizendo que o ex tinha dívidas com ela, mesmo depois da separação. (Divulgação).


15 / 15


Jerry Garcia, vocalista da banda Grateful Dead, morreu em 1995 e sua fortuna virou tema de disputa entre a ex-mulher (que conseguiu US$ 5 milhões), a viúva e a filha. Ele estava internado em uma clínica de reabilitação, mas não resistiu. (Reprodução/Youtube)

Fonte: yahoo.com.br