Eu lutei até onde os braços aguentavam, mas chega uma hora em que a gente se cansa de apanhar.

Resultado de imagem para menina tumblr

Tudo acaba tendo seu prazo de validade. Os namoros, as amizades, as relações e até mesmo nossa vida. Não pense que não foi por tentar, acredite, eu tentei de inúmeras formas. Eu lutei até onde os braços aguentavam, mas chega uma hora em que a gente se cansa de apanhar. 

Chega uma hora em que as pernas fraquejam, os joelhos falham, nós caímos e já não conseguimos nos levantar. Não pense que eu desisti por ser fraco, acredite ou não, eu precisei de muita força. Eu precisei enfrentar muita coisa pra chegar nesse ponto e ter a humildade de admitir que eu não aguento mais. A vivência foi boa. A jornada foi um tanto quanto bonita, posso dizer, mas acabou. Já não existe mais a vontade de antes, o amor de antes, o bem querer de antes. Agora está tudo frio, vazio. Eu queria poder me despedir pessoalmente. Dar um abraço apertado, dividir um último sorriso. 

A gente podia até segurar um na mão do outro e eu então iria embora com essa sendo nossa última cena. Desculpa não me despedir de acordo. Me desculpa de verdade não conseguir seguir por esse caminho que você está. Mas pensa que eu segui, mesmo que à minha maneira, mas segui. Segui por onde há paz. Segui por onde não existe dor, existe apenas alívio. Eu segui por um caminho que você não pode vir, é uma estrada que só tem espaço pra um e sorte a minha ela ser assim tão estreita. Mas fica bem! Você consegue me prometer isso? Promete que vai manter o sorriso no rosto, afinal, a vida continua. Promete que a saudade vai ser só passageira e que ela só vai surgir quando tocar aquela música que era tão nossa. Promete continuar pela gente, eu não consegui seguir com o plano. Desculpa por falhar nisso, mas você já devia saber como eu sou, não é? Você me conhece, você me traduz. Eu vou sempre lembrar de tudo com o maior dos amores e o maior dos carinhos, faz o mesmo. Coloca um sorriso no rosto quando alguém passar com o mesmo perfume que eu usava. Lembra bem de como eu danço sem controle e sem me importar com os demais. Dê risada das piadas ruins que eu te contava toda vez que alguém proferir alguma palavra que te associe a isso. 

Mantém em você essa memória. Uma hora eu volto, mas agora não vai dar. Agora não posso voltar pra você. Desfruta desse sossego tão esperado. Eu te sobrecarreguei demais. Eu coloquei nos seus ombros cargas que você não merecia carregar. Eu me deixei desmontar porque sabia que poderia confiar em ser carregado por você. Mas eu tô tirando toda a carga agora. Você e os demais estão todos preparados já, eu acredito em vocês. Eu já amaciei a carne, bati o terreno e eu sei que tudo vai ficar bem. Eu estou embarcando nessa viagem, mas saiba que eu te amei muito. Saiba que eu finalmente pude ver em mim um emaranhado de sentimentos bons. 

Você fez de mim alguém humano. Você fez com que eu criasse empatia e muito obrigado por isso. Obrigado por ter permitido que eu conhecesse o que é o amor. Eu estou embarcando com toda a gratidão do mundo em minhas malas. Você me encheu de sentimentos bons e eu, errado como sou, fiz o favor de colocar tudo a perder. Mas eu carregarei sempre comigo essa culpa, eu a trouxe até aqui e é por ela que eu precisei viajar. Mas fica bem, pela gente, ok? O caminho é longo e você precisa, mais do que nunca, ser forte. Permanece firme que eu prometo que seja qual for a estrada que eu pegar, eu sempre estarei olhando por você e cuidando de você, de alguma forma ou de outra. Obrigado por tudo que você me ensinou e fica em paz. Afinal, é por buscar paz que eu preciso embarcar.

Bruno Campos (via: brunocamppos)