Fátima Bernardes começou a chorar ao ver senhora na plateia. O motivo certamente também mexerá com você

Resultado de imagem para Fátima Bernardes começou a chorar ao ver senhora na plateia. O motivo certamente também mexerá com você

Uma história de amor que persiste por anos. Dizem que o amor dura só até quando a morte separa o casal, mas não é bem assim. É um sentimento tão puro que nada pode acabar com ele ou diminuí-lo.
É algo que vem junto com a admiração e felicidade por apenas estar do lado de alguém, e digamos que duas pessoas que vivem anos e anos juntas uma da outra, sabem bem como manter essa sensação intacta.
A Dona Déia fez isso, mostrando para o Brasil todo o sentimento lindo que ainda sente pelo marido que faleceu há 15 anos.
No Encontro com Fátima Bernardes de hoje, a senhora que ficou casada com ele por 45 anos mostrou uma carta que ganhou de Dia dos Namorados do no ano de 1957.
Não tem como não se emocionar com a Dona Déia super fofa e sua linda carta. Até mesmo Fátima Bernardes não segurou as lágrimas dizendo: “É tão bonito, né? Ah, não posso falar nem que eu vou chorar. Guarda sempre, sempre”.

Casamento não é fácil. São muitos momentos difíceis, mas também muitos bons. Como dizem naquela velha frase: “antigamente, quando um copo se quebrava, as pessoas davam um jeito de concertá-lo. Hoje, elas preferem jogar fora.
Olha só esse momento:

Digamos que Dona Déia e seu marido viveram muitas coisas e concertaram todas elas. Um dia ela ainda irá o encontrar, com certeza. É uma história de amor que todos deveriam se inspirar!
Fonte: Nossa Senhora cuida de mim - Via: ComCafé