A forma correta e amorosa de lidar com crianças tímidas


1. Dispense o rótulo
Michelle relata que não deixa a filha ouvir as palavras "ela é tímida" se alguém, geralmente uma criança, pergunta porque ela não está falando. Quando crianças – e até adultos – ouvem esse rótulo, isso é internalizado e elas passam a agir a partir dele. O pediatra e autor de livros para bebês William Sears explica que algumas crianças se escondem através do rótulo da timidez, e ele se torna uma desculpa para que ela involuntariamente não desenvolva habilidades sociais ou não exercite-as.

Ao invés disso, a mãe responde que "Ela está mais calma agora", ou "ela se juntará a você quando estiver pronta". As autoras Joanna Faber e Julie King explicam que essas "palavras mágicas" fazem uma diferença gigantesca para que uma criança entenda que você respeita os sentimentos dela e que ela não está sendo pressionada, mas principalmente que ela não está presa em um papel. "A prontidão vem rapidamente quando a pressão é removida", garantem.
2. Prepare-os para Eventos Sociais
Grandes eventos com muitas pessoas podem ser uma tortura para crianças tímidas, então a mãe sugere prepará-las contando quem estará lá, especialmente se seu filho não conhecê-los. "Eu digo que encontraremos os primos do pai dela e mostro-a fotos deles".
Ela diz que espere que ela os cumprimente, porque isso faz com que eles se sintam bem, e ensina a ela uma lista de opções: dizer oi ou acenar. "Antes, ela se escondia atrás das pernas sempre que alguém falava com ela, mas convidá-la a escolher a ajuda a ganhar confiança e sensação de controle."
3. Deixe-os brincando com um amigo extrovertido
Passar tempo brincando sozinha com um amigo próximo ajuda muito crianças tímidas a se sentirem mais livres. "Seus melhores amigos são extrovertidos, e ela tenta novas experiências quando está com eles. Não acho que teria outra forma de conseguir coisas como cantar na frente de um grupo de pessoas", diz a mãe.
Levar brinquedos e atividades que a criança goste para os lugares também é uma boa dica, pois isso pode inclusive trazer assunto para que ela faça novos amigos. Além disso, ela se sentirá menos sobrecarregada se puder ter um tempo à sós com um brinquedo conhecido.
4. Compreender a característica
Os pais precisam aprender como crianças mais calmas funcionam para que possam apoiá-las. Michelle indica o livro "O Poder dos Quietos", que explica vários aspectos da personalidade de pessoas quietas, mas vários outros livros e páginas da web explicam essas questões. "Compreender isso me dá paciência", diz a mãe.
Esperamos que com essas dicas você consiga entender melhor as crianças quietas do seu dia-a-dia. Lembre-se: não é culpa deles e não é algo ruim: é importante entender e ter paciência com os pequenos.

Via: Best of Web